quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Strogonoff Vegetariano, se não contar, a gente nem desconfia!

      O benefícios da proteina de soja são largamente conhecidos, em especial, nestes tempos em que muitos questionamentos vem aparecendo sobre a qualidade dos alimentos que usualmente ingerimos, e também sobre novos conceitos que a sociedade contemporânea vem inserindo na sua rotina diária, como as dietas vegetarianas, com exclusão total da carne de animais na sua alimentação. A proteína de soja se encaixa muito bem neste tipo de proposta por tentar repor nutricionalmente as propriedades advindas da carne e também pela aparência e sabor muito parecidos com a de algumas delas.
     Tenho que confessar que, apesar de ser gaucha, nunca fui uma carnívora voraz, mas também nunca fui muito simpatizante de pratos preparados com proteína de soja. Até que experimentei este magnífico strogonoff de proteína e palmitos. Um amigo vegetariano (não vegano) insistiu para que eu provasse e qual não foi minha surpresa, quando descobri que é muito gostoso, simples de preparar e de super fácil digestão . Com certeza, ganhou espaço no meu cardápio!

Strogonoff de Proteina de Soja e Palmitos

Ingredientes:
125 g de proteina de soja texturizada grossa, previamente hidratada em água morna por no mínimo 15 minutos (conforme instruções da embalagem)
01 cebola picada
02 dentes de alho picados
70 g de manteiga
01 xícara de tomates sem pele liquidificados (pode ser enlatado)
01 vidro de molho de tomate pronto (com cebola, temperos e etc)
300 g de creme de leite ou nata
120 g de ketchup
01 vidro de palmito picado
molho shoyu (01 xícara aproximadamente)
sal e pimenta a gosto

Modo de fazer:
Leve a manteiga para aquecer em uma panela. Quando derreter, acrescente a cebola picada e deixe dourar. Junte a proteína de soja (hidratada e escorrida) mais o alho e deixe fritar até que pegue uma corzinha, para que fique com esta aparência:


Junte o shoyu,  os tomates pelados e liquidificados, o molho de tomate pronto, o palmito, a nata e o ketchup. Experimente para ver se precisa de sal, pois o shoyu já é salgado. Tempere a seu gosto, espere aquecer bem e sirva acompanhado de batata palha e arroz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário